terça-feira, 17 de maio de 2011

Morrem tardes, flores e ondas...

Desconheço autor da imagem
Algumas preciosidades
morrem baixinho, em degradê. Como morrem as tardes. Como morrem as flores. Como morrem as ondas. Quando a gente percebe, já é noite e o céu, se está disposto a falar, diz estrelas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO