sexta-feira, 23 de abril de 2010


Procurando sobre outra coisa encontrei a história da música "Flor de Lis" de Djavan e não pude deixar de postar.
Não sei dizer se essa história é verídica, mas com certeza a composição ganha um novo sentido pra mim.

Djavan teve uma mulher chamada Maria, os dois teriam uma filha que se chamaria Margarida, mas sua mulher teve um problema na hora do parto .
Ele pediu ao médico que fizesse tudo que pudesse para salvar as duas, mas o destino foi duro e a mulher e a filha faleceram.

Valei-me, Deus!
É o fim do nosso amor
Perdoa, por favor
Eu sei que o erro aconteceu
Mas não sei o que fez
Tudo mudar de vez
Onde foi que eu errei?
Eu só sei que amei,
Que amei, que amei, que amei
Será talvez
Que minha ilusão
Foi dar meu coração
Com toda força
Pra essa moça
Me fazer feliz
E o destino não quis
Me ver como raiz
De uma flor de lis
E foi assim que eu vi
Nosso amor na poeira,
Poeira
Morto na beleza fria de Maria
E o meu jardim da vida
Ressecou, morreu
Do pé que brotou Maria
Nem Margarida nasceu.
E o meu jardim da vidaRessecou, morreuDo pé que brotou MariaNem Margarida nasceu.


AS LÁGRIMAS ACONTECEM...


Ás vezes escondo a criança triste e com medo.
Disfarço as feridas e os cortes.
As lágrimas acontecem
Mas o mundo não precisa saber.
Se não é todo o dia que o sol aparece.
Não faz mal,
Pois eu sei que ele está lá, por trás de alguma nuvem.
Às vezes eu me retiro do mundo
Disfarço as dores e os temores.
O vento eleva o meu pensamento
Para as lembranças que acalmam o meu coração.
Se a chuva é fria,
O meu sangue é quente.
Em dias de tempos cinzas
A poeira cobre o que não queremos ver.
Se as lágrimas acontecem
O mundo não precisa saber.
O sol pode se esconder mas, nunca desaparecer.

ALMA DE MULHER


Nada mais contraditório
do que ser mulher...


Mulher que pensa com o
coração, age pela emoção
e vence pelo amor.

Que vive milhões de emoções
num só dia, e transmite cada
uma delas num único olhar.

Que cobra de si a perfeição
e vive arrumando desculpas
para os erros daqueles
a quem ama.

Que hospeda no ventre outras
almas, dá a luz, e depois fica
cega diante da beleza dos
filhos que gerou.

Que dá as asas, ensina a voar,
mas não quer ver partir os
pássaros, mesmo sabendo
que eles não lhe pertencem.

Que se enfeita toda e perfuma o
leito, ainda que seu amor nem
perceba mais tais detalhes.

Que, como uma feiticeira,
transforma em luz e sorriso
as dores que sente na alma,
só pra ninguém notar.

E ainda tem de ser forte
para dar os ombros para
quem neles precise chorar.

Todos pensam que tudo ela importa
mas ninguém conhece seu coração,

Mulher forte e decidida trás no peito
uma paixão escondida que os compromissos
não permitem revelar, vive lutando entre a razão
e a emoção mesmo errando e vacilando
nunca para de sonhar.



Feliz do homem que por um dia souber, entender a Alma da Mulher !!!


FLORES

As flores fazem parte da lembrança de bons momentos e das principais celebrações da vida. Elas têm o poder de transformar um dia comum em uma data especial, um ambiente simples em aconchegante e um momento qualquer em inesquecível.
Através de uma linguagem singela, as flores falam com a eloqüência maravilhosa do silêncio. Em Etiqueta, elas representam um símbolo utilizado para expressar sentimentos pessoais e relacionados à sociedade. Elas falam por nós em quaisquer circunstâncias.

quarta-feira, 21 de abril de 2010




A imagem da flor de lótus simboliza elevação e expansão espiritual. É difícil encontrar um país da Ásia onde o lótus não seja considerado sagrado.
A planta, que também é conhecida como lótus-egípcio, lótus-sagrado e lótus-da-índia, é da família das ninfáceas (mesma família da vitória-régia), nativa do sudeste da Ásia (Japão, Filipinas e Índia).
A pureza representada pela flor e até mesmo a associação à Buda, ocorre em alusão ao processo de germinação da flor que emerge de águas lodosas para a superfície e quando desabrocha mostra toda a sua beleza e força, abrindo as flores brancas
imaculadas
Muitos monges e budistas em práticas meditativas imaginam flores de lótus surgindo debaixo de seus pés enquanto andam, assim estariam espalhando o amor e a compaixão de Buda simbolizados pela flor.
CONHEÇA A LENDA DA FLO DE LÓTUS, ACESSANDO: http://www.viacapella.com.br/portal/lotus.htm

FLOR DE CEREJEIRA - imagem enviada pelo amigo João Paulo Gomes Diniz -

Cerejeira é o nome dado a várias espécies de árvores, algumas frutíferas, outras produtoras de madeira nobre. Estas árvores classificam-se no sub-género Cerasus incluído no género Prunus (Rosaceae). Os frutos da cerejeira são conhecidos como cerejas, algumas delas comestíveis. A cerejeira foi introduzida na Europa, sendo que é uma planta originária da Ásia.
A flor de cerejeira tem um significado especial: é conhecida como a flor da felicidade. A sua floração é comemorada no Hanami, nos meses de março e abril. É o momento de sair da introspecção do inverno e se abrir para o mundo, florescer o espírito e festejar.