quarta-feira, 31 de agosto de 2011

COMO DIZIA O POETA

"Quem já passou por essa vida e não viveu
Pode ser mais, mas sabe menos do que eu
Porque a vida só se dá pra quem se deu
Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu
Ah, quem nunca curtiu uma paixão nunca vai ter nada, não
Não há mal pior do que a descrença
Mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão
Abre os teus braços, meu irmão, deixa cair
Pra que somar se a gente pode dividir
Eu francamente já não quero nem saber
De quem não vai porque tem medo de sofrer
Ai de quem não rasga o coração, esse não vai ter perdão
Quem nunca curtiu uma paixão, nunca vai ter nada, não”

VINICIUS DE MORAES

ROSA


Rosa de doce perfume que se evola,

Que das tuas pétalas aveludadas se exala...

Ante a tua beleza a minha alma se cala

E todo o meu ser embevecido chora.

Rosa... sublime dádiva do Criador

Que torna as alamedas maravilhosas.

Rosa da paz nas reconciliações amorosas,

Rubra rosa silenciosa falando de amor...

Rosa da esperança selando os esponsais...

Rosa da saudade nos túmulos e mausoléus...

Rosa da fé nas missas que sobem aos céus...

Rosa triste dos adeuses nos tristes funerais...

Rosa na alegria casta, na pungente dor,

Flor que embeleza a vida em todas as cores.

Se és soberana rainha entre as flores,

És entre os homens o símbolo do amor.


Agenor

domingo, 28 de agosto de 2011

SE A TRISTEZA VIER POR QUALQUER MOTIVO, FAÇA O SEGUINTE:

Evite as sombras que ficaram para trás, olhe o caminho a sua frente e siga sempre.
Assopre o pensamento triste,
Deixe escorrer a última lágrima,
Vá até o final do poço, mas volte renovado.
Então, respire fundo
Tirando da natureza a energia para elevar sua alma.
Abra então a janela,
Aquela que dá para o vôo dos pardais, procure a luz que pisca adiante.
Ao encontrá-la, coloque-a dentro do peito,
De tal jeito que possa ser notada do lado de fora.
Espalhe a cor azul em torno de si...
Dê amor...
A todas as criaturas vivas.
A felicidade é o seu objetivo...
E a paz que você procura
Será encontrada dentro de você
Onde Deus colocou um pedacinho de si.

A PIOR COISA...

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Alecrim (Rosmarinus officinalis L.)

Planta pertencente à fam¡lia das Labiadas, muito fácil de ser cultivada em canteiros e vasos. O plantio por meio de sementes é muito demorado, por isso recomenda-se a multiplicação por mudas ou estacas de galho (medindo cerca de 15 a 20 cm). O alecrim se desenvolve bem em solos leves e bem drenados, mas o essencial para o seu desenvolvimento é receber sol direto em boa parte do dia. As regas devem ser escassas, sem encharcamento e, para garantir sua floração, recomenda-se abrigar a planta contra ventos fortes. A colheita dos ramos mais novos favorece a rebrota.Dica para secagem: amarrar pequenos maços de alecrim e pendurar com ramos para baixo, em local sombreado e arejado.