quinta-feira, 9 de setembro de 2010

IPÊ BRANCO


ADQUIRA MUDAS DO IPÊ BRANCO
 Nome Científico: Tabebuia roseo-alba

Família: Bignoniaceae

Características Morfológicas: Árvore de pequeno para médio porte, que fica entre 7 e 16 metros de altura. O diâmetro do tronco mede de 40 a 50 centímetros. A casca é cheia de nervuras secas.

Origem: Brasil.

 Ocorrência Natural: Norte do Estado de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Goiás (região de floresta latifoliada semidecídua; em outras palavras, com árvores de folhas largas e que as perde parcial ou totalmente durante um período do ano, porém sem nunca ficar totalmente desfolhada).

A floração do ipê-branco dura, em média, quatro dias (quando não, menos), enquanto as espécies de outras cores (roxa e amarela, sobretudo), vão de uma semana a 10 dias.

Com uma flor rara e também efêmera, não há quem não se admire com esta árvore-neve a contrastar na paisagem. Em campo aberto então, difícil passar incólume diante de sua beleza. Floresce entre agosto e outubro.

 Não é à toa que é amplamente utilizada no paisagismo de jardins, praças e ruas. Soma-se a isso, tem a praticidade de seu tamanho (que se adéqua perfeitamente à arborização urbana, sem prejudicar as fiações da iluminação pública).

Até a sua madeira, macia e de superfície lustrosa, tem lugar nos interiores. Serve para os acabamentos internos na construção civil. Produz anualmente grande quantidade de sementes, que são dispersas pelo vento. É conhecida também por pau-d?arco e ipê-do-cerrado.


Ele apresenta tronco reto e porte pequeno a médio, alcançando de 7 a 16 metros de altura quando adulta. A floração ocorre no final do inverno e primavera, enquanto a árvore está completamente despida de suas folhas. As flores tem forma de trompete e são brancas ou levemente rosadas.


O ipê-branco é uma árvore de grande valor ornamental, que valoriza projetos paisagísticos tanto pelo seu florescimento vistoso, quanto pela sua forma elegante e copa azulada. Por seu caduca durante o inverno, é boa para produzir sombra no verão e permitir maior passagem da luz e calor do sol no inverno. Além de suas qualidades ornamentais, este ipê apresenta madeira de excelente qualidade.


Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente no primeiro ano de implantação. Resistente a períodos de estiagem. Não aprecia terrenos encharcados. Planta rústica e pouco exigente em fertilidade, viceja bem mesmo em solos pobres e pedregosos. Esta característica a torna uma planta interessante para recuperação de áreas degradadas. Multiplica-se por sementes postas a germinar em sementeiras ou sacos próprios para mudas.

http://www.tocadoverde.com.br/

2 comentários:

  1. Achei lindo esse ipê branco... Favor informar como e onde obter mudas desta árvore.
    Abraços,
    Raimundo
    vidavano@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Vamos fazer um trabalho com isso,e não conseguimos informações precisas.

    E gostariamos de saber quanto tempo vive um Ipê Branco!

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO