domingo, 27 de novembro de 2011

AINDA ONTEM EU TINHA VINTE ANOS...

Ainda ontem, tinha vinte anos saboreava a passagem do tempo e aproveitava a vida, gozando o amor e vivendo a noite
Sem reparar que meus dias iam se escoando
Foram tantos meus projetos de então que acabaram por dar em nada;
Minhas esperanças, que eram tantas, se desvaneceram
E me encontro perdido sem saber para onde ir
Os olhos buscando o céu mas o coração lançado em terra.
Ainda ontem, tinha 20 anos malbaratei o tempo pensando em retê-lo
E acreditando que o pudesse impedir de passar pus-me a correr e a correr até me esgotar
Para mim não contava o passado: eu só conjugava o futuro
Tomava conta de toda conversa e discussão
E dava minhas opiniões, que eu levava tão a sério, criticando o mundo com o maior desembaraço Ainda ontem, tinha 20 anos, mas perdi o tempo com bobagens que, no fundo, nada de definido deixaram em mim ha não ser algumas rugas na testa e este medo do tédio
Pois meus amores morreram antes mesmo de começarem a ser
Meus amigos se foram e já não mais voltarão
Eu mesmo sou o culpado do vazio que construí a meu redor
Destruí minha vida e minha juventude
Entre o bem e o mal, lancei fora o bem e por isso esse meu sorriso forçado e meu pranto também duro e gélido.Aonde foram parar, onde estão agora, os meus 20 anos?


(Patrick Bruel e Charles Aznavour)


Twitter - @fatima_amorim 
Facebook - https://www.facebook.com/mfamorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO